Automação Python

Novas funcionalidades: Tela da organização, telemetria de runners, runner offline e muito mais das ferramentas Python RPA

Olá, mundo! 👋

Temos novidades para compartilhar com vocês sobre as nossas ferramentas Python RPA. Acompanhem este artigo.

[0] Nova tela de organização

Você pode acompanhar as informações da Organização a qual você pertence por essa nova tela. Para localizá-la, identifique o menu esquerdo na categoria “Administration”. Dentro dela, terá a opção “Organization”.

Ao clicar em “Organization”, será possível ter acesso às informações:

  • label: identificador da organização;
  • created at: quando a organização foi criada;
  • name: nome da organização que será exibida para as pessoas usuárias;
  • country: o país da organização;
  • default language: a língua que está sendo utilizada na ferramenta.

[1] Nova tela de telemetria dos runners

Agora é possível acompanhar mais detalhes sobre os runners que você utiliza. Para acessar a tela com telemetria, acesse a opção “runners” disponível na categoria “control room” do menu da lateral esquerda do BotCity Maestro.

Após isso, clique no runner que deseja acessar os dados.

Na parte superior, você poderá escolher entre as abas a que estiver identificada por “information”, na qual estão localizadas as informações da telemetria.

Há cinco cards desenhados no início da tela, informando status, o id da última task executada como link para que possa ter acesso à tela de informações dessa tarefa. Também haverá a quantidade de tasks alocadas, a utilização da CPU da máquina e o total de memória utilizada em porcentagem.

Logo abaixo, é possível verificar as “runner informations” com os seguintes dados:

  • label: identificação do runner;
  • name: nome do runner caso tenha um;
  • remote access: informa sobre o acesso remoto;
  • type: indica o tipo de runner;
  • version: identifica a versão do runner que está sendo utilizada;
  • java version: indica a versão do java instalado na máquina do runner;
  • last telemetry update: informa qual a última vez (data e hora) que a telemetria foi atualizada;
  • runner uptime: o tempo que o runner ficou em pé.

Em seguida, temos a parte de “system information”:

  • OS name: mostra o nome do sistema operacional da máquina onde está o runner;
  • OS version: mostra a versão do sistema operacional;
  • CPU architecture: mostra a arquitetura do CPU;
  • CPU usage: mostra a porcentagem de uso do CPU;
  • memory total: mostra o total de memória do sistema;
  • memory usage: mostra quanto de memória está em uso;
  • memory free: mostra o quanto de memória está livre;
  • system uptime: mostra há quanto tempo o sistema ficou em pé.

Além disso, também é possível acompanhar um gráfico de tarefas executadas no runner de acordo com alguns períodos: última semana, últimos 15 dias e último mês.

Importante: para que seja possível acompanhar a telemetria de um runner, é necessário confirmar se a informação “logTelemetry” está com a informação “true” no arquivo de configuração.

Caso não esteja, você deve fazer o seguinte: na pasta onde está o BotCity Maestro, identifique a pasta chamada “conf”. Dentro dela, encontre o arquivo chamado “conf.bcf”. Abra-o de forma que possa editá-lo, como utilizando o bloco de notas, editores de texto, entre outros e adicione o seguinte:

logTelemetry=true

[2] Nova tela de informação de task

Temos uma nova tela com informações mais claras sobre a tarefa executada. Para acessá-la, você pode identificar a task na fila de tarefas, clicar no ícone de três pontos no canto superior direito do card e identificar a opção “info”.

Ao clicar em “info”, você terá acesso às informações organizadas da tarefa em questão.

Na primeira parte dessa tela, você pode identificar:

  • status: mostra o status da tarefa;
  • life cycle: tempo total de vida da tarefa;
  • queue time: tempo que a tarefa ficou na fila aguardando para ser executada;
  • execution: tempo de processamento da tarefa;
  • runner: mostra o runner no qual a tarefa foi executada.

Logo após, você pode identificar a mensagem de finalização da execução da tarefa. Essa mensagem é enviada pelo robô e pode representar que a execução ocorreu com sucesso ou se ocorreu algum erro. Veja como customizar essa mensagem aqui.

Embaixo da mensagem do término da execução, é possível acompanhar os parâmetros utilizados naquela tarefa, caso eles existam.

E, por fim, temos o “queue control” com diversas informações importantes sobre a tarefa. São elas:

  • priority: mostra a prioridade da tarefa para sua execução na fila;
  • minimum execution date: se foi configurada uma data mínima para execução, essa informação será mostrada aqui;
  • interrupt requested: se houve uma requisição para interromper a execução da tarefa, essa informação será mostrada aqui;
  • task terminated: se houve uma requisição para terminar a execução da tarefa, essa informação será mostrada aqui.

Depois o “task summary”, que mostra:

  • id: mostra o id da tarefa;
  • automation: mostra qual foi a automação para a qual a tarefa foi criada;
  • user name: se for uma tarefa agendada, a informação será mostrada como “scheduled task”; se for uma tarefa criada para executar sem agendamento, a informação será mostrada com o nome da pessoa que criou a tarefa;
  • test task: se a tarefa foi criada como teste, essa informação será mostrada aqui.

E, após isso, o “runtime”, com os dados:

  • runner allocated: mostra em qual runner a tarefa foi executada;
  • date creation: mostra a data e hora de criação da tarefa;
  • date start running: mostra a data e hora que a tarefa começou a ser executada;
  • date last update: mostra a data e hora da última atualização feita na tarefa.

[3] Tipos de parâmetros Integer e Double

Existem dois novos tipos de parâmetros que podem ser adicionados na configuração das tarefas para execução. São eles: integer e double.

Para utilizar esses tipos, você pode clicar em “add”, botão localizado do lado direito superior do campo de “params”.

Após isso, você pode escolher entre diversos tipos e configurá-los como você já faz normalmente, adicionando inclusive valores default, mínimo e/ou máximo.

[4] Notificação de runner offline

Primeiramente, vamos entender o que significa runner offline. Neste caso, se o runner ficar sem comunicação por mais de cinco minutos, ele será considerado offline. Então, caso isso aconteça de maneira não intencional, é importante averiguar o que pode ter acontecido neste ponto da comunicação.

Para ativar essa notificação, você precisa ir até o perfil para adicionar essa configuração. Para tanto, identifique no canto superior direito da tela o seu nome. Clique e note que um menu será aberto. Escolha a primeira opção “profile” clicando nela. Após isso, haverão algumas informações sobre o seu perfil. Na parte inferior da nova tela, será possível identificar o item “notifications”. Ative a opção “runner offline”.

Após isso, quando acontecer de um runner ficar offline, você receberá o e-mail com a informação.

Neste mesmo e-mail, existe um botão azul escrito “view it on BotCity Maestro”. Ao clicar neste link, você será direcionado para a tela de runners dentro do Maestro para análise do ocorrido.

[5] Exportação de Log

Para poder realizar a exportação de log, você deve observar se há dados disponíveis para serem baixados. Por exemplo, no caso abaixo, não há dados, então o botão “export” não aparece como opção:

Se houverem dados, o botão “export” aparecerá no canto superior direito e você poderá escolher o formato do arquivo a ser baixado: json, csv ou excel:

Os logs não possuem um vínculo direto com a automação. Para que tenham logs da sua aplicação, você precisará configurá-los pela API para que os dados sejam enviados e sejam possíveis de acompanhar pela interface da ferramenta BotCity Maestro. Para saber como fazer isso, consulte nossa documentação e qualquer dúvida, basta nos avisar pelos links da comunidade que estão disponíveis ao final deste artigo.

[6] Edição de Log

É possível editar o log através da interface do BotCity Maestro. Você pode clicar na opção “Execution Log” no menu da lateral esquerda da ferramenta. Após isso, selecione o log que deseja ajustar e clique nele.

No canto superior direito, haverá um botão escrito “actions”. Clique nele e, após isso, selecione a opção “edit”. Em seguida, faça a edição que for necessária nos campos adicionando novos ou escondendo o que não for mais necessário. Não se esqueça de clicar em “save”, botão azul no canto inferior direito, para salvar as alterações realizadas.

Logo teremos mais novidades

Esperamos que tenha gostado dessas novas funcionalidades. E logo traremos mais conteúdos.

Aproveite e faça parte da nossa comunidade, entrando no slack, acompanhando as novidades em nossa documentação em português ou em inglês, além de aprender muito com nosso fórum

She/her. I am a Tech Writer and Developer Relations at BotCity. I am also a tech content creator who loves tech communities and people.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: